Distribuidora da Petrobras abre seleção

Caros são de nível médio e técnico para vários estados. salários variam de r$ 1.841,24 a r$ 2.218,69   a petrobras distribuidora abriu concurso para formação de cadastro de reserva nos caros de técnico de administração e controle júnior (nível médio e salário de r$ 1.841,24); técnico de operação júnior (nível técnico em várias áreas e salário de r$ 2.218,69); e técnico de seurança júnior (nível técnico em seurança do trabalho e carteira de habilita



RESPONSABILIDADE CIVIL DA AESSul DISTRIBUIDORA GAÚCHA DE ENERGIA S.A. JOVEM ELETROCUTADO EM VIA PÚBLICA

Foi mantida pela 6ª câmara cível do tjrs, condenação imposta à aes sul distribuidora aúcha de eneria s.a. ao paamento de r$ 200 mil de indenização por danos morais a um jovem que recebeu descara elétrica enquanto trafeava em via pública. a condenação inclui também a obriação de paar pensão vitalícia equivalente a 1,75 salário mínimo em razão das sequelas irreversíveis decorrentes do acidente, além de ressarcir as despesas materiais comprovadas.os pais, coautores da



Programa de estágio da BR Distribuidora

esse prorama de estáio é de nível nacional e abrane tanto os cursos técnicos como os superiores e alunos do ensino médio. para se didatar, os estudantes de nível superior devem estar nos dois últimos anos da raduação e os de nível técnico, no último ano do curso, ou já ter cursado e estar pendente com o estáio (situação muito normal para os cursos técnicos). as bolsas de complementação educacional variam de r$ 583,00 a r$865,00 mais o seuro de acidentes pessoais. se



Concurso Liquigás Distribuidora S.A ? 2014

A liquigás distribuidora s.a, empresa subsidiária da petrobras, anunciou no dia 08 de agosto de 2014 a abertura do processo seletivo, regido pelo edital nº 01 2014, de 50 vagas imediatas... leia mais » concurso liquigás distribuidora s.a... este é apenas um breve resumo, leia mais acessando o blog segurança do trabalho.



DISTRIBUIDORA TERÁ DE INDENIZAR CLIENTE ACUSADA DE FURTO

A DMA Distribuidora S.A. foi condenada a indenizar G.A.S.R. em R$ 10 mil, por danos morais, e a arcar com os custos e os honorários do processo. A cliente foi abordada ao deixar as dependências do estabelecimento sob a acusação de furto. Ela alegou que teve sua bolsa revistada sem que nada fosse encontrado, o que causou constrangimento e humilhação. A decisão é da 15ª Câmara Cível do TJMG. A consumidora afirmou que precis